DIFFERENT PULSES

Não importa o que te move,

não importa o que te move com ou contra mim.

Não importa.

Se não conseguires prender-me,

odeia-me,

assim saberei que sabes de mim,

que pensas de mim,

que conspiras contra mim por me odiares,

que mal me desejas,

porém desejas,

por me odiares;

deseja-me,

ainda que seja assim.

Que mais posso se não esperar sem tempo,

sem pressa pelo teu desejo? –

Nunca pedi para que me amasses.

Podes odiar-me em segredo,

mas não o reveles para mim.

Pega na tua mentira e faz a minha verdade.

Pega no desejo, que não é teu e faz a minha ilusão;

pega no meu peito exposto e acaricia-o, depois…

quando eu me deixar embalar pelas tuas carícias,

quando eu fechar os olhos,

libertar o corpo e entreabrir os lábios…

Pega no primeiro objeto pontiagudo que te aparecer e arremessa-o contra o meu peito.

Pega nos teus desejos crispados e arremessa-os contra mim.

Mas peço-te,

busca todas as tuas forças para que o golpe seja único.

Tem piedade,

não me mantenhas vivo e consciente para um segundo golpe.

Sendo eu teu,

que mais posso sem esperar sem tempo,

sem pressa pelo teu desejo?

Co-produção: ASTA e TeatrUBI

Criação e Direção: Rui Pires e Sérgio Novo

Assistente de direção: Helena Ribeiro

Co-criação e interpretação: Ambrósio B. Wachilala, Daniela Matos, Edmilson Gomes, Helena Ribeiro

Texto: Ambrósio B. Wachilala, Daniela Matos, Edmilson Gomes, Helena Ribeiro

Tradução: Rui Espinho e Sérgio Novo

Dramaturgia: Rui Pires

Professora de voz: Carmo Teixeira

Desenho de luz: Pedro Fonseca/coletivo, ac

Sonoplastia e edição de video: João Maria Taborda

Cartaz: Mariza Inglês

Guarda Roupa: ASTA

Figurinos: Sérgio Novo