Posso avançar? Pergunta o cavalo

Os interpretes jogam diferentes jogos de crianças, de integração, de guerra, de culto. Jogam a ser eles e outros, a representar, a dançar. Jogam no seu caminho e na sua história. Em palco, sucedem-se ligações que estão relacionadas com diferentes características do jogo a jogar, como a seriedade e o compromisso que implica esse jogo. Tensão e competição caminham lado a lado em palco, que há-de ser o seu campo de ação e passa tempo.

Co-produção_ ASTA e teatrUBI
Cenografia e Direção_ Cecília Gomez
Direção de produção_ Rui Pires
Desenho de Luzes_ Pedro Fonseca
Design Gráfico_ Sérgio Novo
Cenografia_ João Cantador e Rui Pires
Operação de Luz e Som_ Philip Beck
Montagem Músical_ Mané Silva
Guarda-roupa_ Miguel Gigante, TeatrUBI e ASTA
Figurinos_ Miguel Gigante
Costureira_ Maria Ramos
Montagem e Interpretação_ Graça Faustino, João Cantador, Mafalda Morão, Nicia Silva, Rui Pires e Sérgio Novo