FAMÍLIA BIGODES

    Espetáculo de rua, protagonizado por uma tradicional e naïf família portuguesa. De trato humilde, proveniente da mais esquecida e rural aldeia do interior de Portugal, detrás do sol-posto, onde as gentes vivem de trabalhar a terra. Amantes de feiras e romarias, não há festa que escape à família Bigodes. Trajando a rigor, num estilo moderno-rural-chunga-chique, a visita desta família, torna-se no momento alto de qualquer evento.

    Adelino Bigodes é o chefe de família, homem simples, simpático e como ele se autointitula “um artista enternacional”, do tradicional acordeão tuga, acreditando piamente que deleita os seus fãs com as belas melodias saídas do seu instrumento, que trocou por uma ovelha de raça. Trocado pela mulher por um emigrante na Suíça, fugiu para o estrangeiro, deixou-lhe a filha para criar, Elisabete Bigodes, uma jovem menina, tímida, inocente, recatada e dotada de uma beleza rural. Elisabete quer ver-se livre do pai o quanto antes.

    Maria de Fátima Bigodes, cunhada de Adelino, irmã da sua ex-mulher, é uma mulher de pelo na venta, reinadia, papular e amistosa, é o amparo do seu cunhado, ajudando-o a criar Elisabete. Sem papas na língua, Maria de Fátima Bigodes diz o que lhe vem à cabeça, pondo constantemente o cunhado desengonçado na linha. Esta mulher tem a missão de casar a sua afilhada Kátia Vanessa, que está encalhada e não há moço que lhe pegue, arrastando a família de festa em festa há procura de esposo para a gaiata.

    Kátia Venessa é moça prendada, casadoira e tem como sonho entrar num reality show, ser cantora e gravar um disco. Há ainda Mamadú Diarrá, homem de poucas palavras e misterioso, nascido na República Centro-Africana e que por força das dificuldades no seu país, emigra para França, onde ganha a vida como vendedor ambulante de bugigangas. Numa das suas vindas a Portugal em negócios, conhece Elisabete Bigodes e por ela se apaixona loucamente. Por cá continua a vender os seus artigos na esperança de conseguir pagar o dote que Adelino Bigodes exige pela mão da sua menina.

    Conseguirá Mamadú Diarrá vender os seus produtos e pagar o dote a Adelino Bigodes e assim desposar Elisabete Bigodes? E Maria de Fátima Bigodes conseguirá finalmente encontrar um esposo para casar Kátia Vanessa?